Área do associado
E-mail:
Senha:
ACESSAR RECUPERAR A SENHA
Ainda não tem cadastro? Clique aqui.

A Sociedade

A Sociedade Brasileira de Genética Médica (SBGM) foi fundada em 15 de julho de 1986 durante o 32º Congresso Nacional de Genética e 38ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) realizado em Curitiba, Paraná. Sua história, entretanto, tem início 5 anos antes, em 1981 quando da primeira vistoria da Comissão de Residência do Ministério da Educação e Cultura (MEC) ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. O programa de residência médica em Genética Clínica havia sido criado em 1977, sete pessoas já haviam se formado e havia seis residentes no programa. Não obstante o MEC alegava não existir a especialidade de Genética Clínica no Brasil e, portanto a Residência não poderia continuar.

Em julho de 1982 o Prof. Dr. João Monteiro de Pina Neto faz uma moção durante o Congresso da Sociedade Brasileiro de Genética (SBG) para que a diretoria desta se dirigisse ao Conselho Federal de Medicina (CFM) solicitando que a especialidade fosse criada. Ainda que aprovada a moção, as providências estavam demorando a ser tomadas. Então, um abaixo assinado de médicos geneticistas do país, naquela época pouco mais de 20, é enviado ao CFM.

Finalmente, em 1983 uma portaria do CFM definia a Genética Clínica como especialidade médica. Dentro SBG, novamente sob coordenação do Prof. Dr. João Monteiro de Pina Neto, é criada a Comissão de Genética Clínica.


Contudo ainda era necessária a criação de uma sociedade formada majoritariamente por médicos para que a especialidade fosse plenamente reconhecida, o que aconteceu em 1986 com a fundação da Sociedade Brasileira de Genética Médica.

A primeira diretoria, então composta pelo Prof. Dr. João Monteiro de Pina Neto, Prof. Dr. Antônio Richieri-Costa e a Profa. Dra. Claudete Hajaj Gonzalez, respectivamente como Presidente, Secretário Geral e Tesoureiro, tinha um árduo trabalho pelo frente para estabelecer o primeiro corpo de sócios, os estatutos, e definir como seriam outorgados os Títulos de Especialista.

O primeiro congresso é realizado no Rio de Janeiro em 1987. No segundo congresso, em Campinas é acontece a primeira eleição para a diretoria da SBGM e em Gramado, durante o terceiro congresso é feito o primeiro Concurso de Título de Especialista.

A criação da SBGM foi um passo fundamental para o reconhecimento da Genética Clínica como especialidade médica, porém são muitos ainda os desafios a serem enfrentados para continuar a cumprir honrosamente sua missão de fornecer educação, recursos e voz a todos aqueles empenhados no exercício da Genética Médica na pratica clinica.

A Sociedade Brasileira de Genética Médica é uma entidade civil, de caráter científico e normativo, sem fins lucrativos, composta por em sua maioria por médicos, mas também por outros profissionais comprometidos com a prática da Genética Clínica e na atenção de pacientes com doenças genéticas raras ou não.

Somos já um grupo grande de profissionais dedicados à atenção aos indivíduos portadores de enfermidades genéticas. No total já se somam 10 programas residência médicas no Brasil ofertando anualmente em torno de 16 vagas para formação de novos geneticistas.


Missão

A missão da SBGM é desenvolver e sustentar iniciativas em genética clínica e estabelecer o paradigma da medicina genômica através de declarações políticas e diretrizes baseadas em evidência, oferecer educação e ferramentas para os médicos geneticistas, profissionais da saúde e sociedade, além de trabalhar com os responsáveis políticos para apoiar a aplicação da genética na prática médica. 

Procure seu médico geneticista titulado